“Pirataria em alto mar”: Itália acusa migrantes resgatados de sequestro de petroleiro

Il governo di Itália acusou esta quarta-feira um grupo de 108 refugiados e migrantes il sequestrado petroleiro que esteve envolvido, dopo terça-feira à noite, numa opera il riparo a largo da costa da Líbia.

Segundo o ministro do Interior italiano, Matteo Salvini, o navio foi tomado pelos migrantes e refugiados quando estes plotter amélé regressar à Líbia.

Un Imprensa Italiana e Internacional está un relatar que o petroleiro “Elhiblu I”, com Pavilhão da República Palau, resgatou “um grupo de migrantes” dopo noite il terça-feira em aguas Internacionais, onde A Guarda costeira LIBIA é responsável pelas operações la socorro, prosseguiu a sua rota em direção ao porto de Tripoli (capitale da Líbia).

Una ricerca per se milhas nauticas do porto de Tripoli, o navio mudou subitamente de rota e rumou para norte in Europa, relatou Matteo Salvini.

L’acordo con il tamburo vice-primo ministro e l’altro da estremo-direita italiana, o petroleiro estava quarta-feira à tarde a mayo do caminho tra Tripoli e Malta. “Estes não SAO migrantes em perigo, piratas SAO, SO Irão lontano Itália atraves de um telescopico”, declarou Matteo Salvini, assegurando que o petroleiro não sieri autorizado un entrar em águas italianas Caso opte por dirigir-se para Lampedusa ou para a Sicília.

“É un demonstração Mais que não óbvia i estamos un Falar i operações Socorro la pobres Náufragos fogem que da Guerra, mas de tráfico criminoso del Seres Humanos que é gerido la forma criminosa”, acrescentou.

Esta quinta-feira, uma Equipa i operações ESPECIAIS Malta apreendeu o petroleiro, que por migrantes TERA sido sequestrado, Estando agorafobia un encaminhado para ser um dos portos do país, anunciaram assi Forcas armate. O controlo do navio foi devolvido ao capitão da embarcação, que agora está a ser escoltada e monitorizada, juntamente com os migrantes, que serão entregues à polícia para investigação.

Come autoridades a Malta e Itália disseram que cerca de 120 migrante sequestraram o petroleiro, com destino à Líbia. O ministro do Interior italiano descreveu já o caso como “una primeira pirataria e alto mar por migrantes”.

Un atual coligação governamental Italiana COMPOSTA pela League (Partido de extrema-direita) eo Movimento 5 Stelle (M5S, populista) fino adotado uma Linha dura em relacionadas Materias com ceneri Migrações e dificultado o trabalho dos Navios humanitários envolvidos non Resgate i migrantes no Mediterrâneo, nomeadamente o bloqueio dos portos italianos a estas embarcações.

Segundo asse Nações Unidas e Organizações não-governamentais, Migrantes os dopo LIBIA, país imerso num CAOS político e securitário Há vários anos, enfrentam situações il humano tráfico, sequestro, tortura e violações.

Lascia un commento

Il tuo indirizzo email non sarà pubblicato. I campi obbligatori sono contrassegnati *

Questo sito usa Akismet per ridurre lo spam. Scopri come i tuoi dati vengono elaborati.